O Último Abraço

Categoria:

Descrição

Nesta obra, Alejandro Parra resume as conclusões de dezenas de experiências inexplicáveis, tais como visões tidas por pessoas prestes a morrer, ou pacientes que recuperam de forma súbita e total depois de uma intervenção religiosa. As próprias enfermeiras têm frequentemente as suas próprias experiências em contexto hospitalar, como aparições, «coincidências» significativas, visão de campos de energia, luzes ou «descargas eléctricas» em torno de um paciente hospitalizado ou saindo deste.

Também observaram comportamentos anómalos de animais e de equipamentos médicos, percepcionaram intuitivamente a enfermidade de um doente ou quando aquele faleceria. Neste livro, relatam-se essas experiências, vividas em Unidades de Cuidados Intensivos, Neonatologia, Pediatria e Neuropsiquiatria. As enfermeiras são os primeiros profissionais de saúde com quem os pacientes contactam. Uma possível explicação do papel que as enfermeiras e os cuidadores desempenham no âmbito deste livro – ao contrário dos médicos – é a proximidade e o tempo que passam com os pacientes, o que faz aumentar a confiança e a empatia mútuos.

Muitas vezes as enfermeiras são mais empáticas e melhores ouvintes do que muitos médicos de família ou os próprios familiares. Por isso, as enfermeiras e os cuidadores em geral devem estar informados sobre como reagir perante pacientes que vivam estas experiências.

A presente obra serve também como guia, ao explorar estes relatos impressionantes e experiências extraordinárias.

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “O Último Abraço”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *