Os Líderes Comem por Último

Descrição

Bob Chapman já era um gestor de sucesso quando foi nomeado CEO de uma empresa em dificuldades. No seu primeiro dia de trabalho, sentou-se na cafetaria a observar os funcionários. Riam-se, brincavam, estavam todos bem-dispostos. Até ao momento em que tocou a campainha para o regresso ao trabalho. O riso desapareceu, os rostos fecharam-se. Saíram em silêncio, como condenados. Cinco anos depois já não havia ali relógio de ponto. Os operários e o pessoal administrativo tinham os mesmos direitos. Nunca mais se ouviu uma campainha. Havia liberdade. E a faturação anual disparou.

A transformação radical operada por Bob Chapman é uma das histórias deste livro, e ilustra uma realidade ingrata: 80 por cento das pessoas não estão satisfeitas no emprego (segundo o Shift Index da Deloitte). Ora, não é exequível substituir os descontentes – mas pode-se criar condições que os levem a trabalhar de boa vontade. Com o consequente aumento de produtividade e lucro.

Simon Sinek, autor do bestseller Primeiro Pergunte Porquê, verificou que em diferentes partes do mundo há empresas que conseguiram essa transformação. Os funcionários sentem-se valorizados quando percebem que os líderes confiam neles. Ao sentirem-se em casa, focam-se no inimigo exterior ou seja, a concorrência. E só então se unem e vestem a camisola.

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Os Líderes Comem por Último”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *